Professores cassados: Jean-Claude Bernardet

Agora_ECA_Bernardet_Arquivo_Cinemateca

Jean-Claude Bernardet: cassação oficial pelo AI-5

O crítico e cineasta Jean-Claude Bernardet, professor da então Escola de Comunicações Culturais da USP (ECC), tornou-se um dos alvos da ditadura militar iniciada em 1964. Ainda jovem, recém-ingressado no curso de Cinema da USP, ele foi incluído numa relação de 24 pessoas, na sua maioria docentes da USP, compulsoriamente aposentadas por decreto do ditador marechal Arthur da Costa e Silva, de 29 de abril de 1969, baseado no Ato Institucional nº 5 (editado em dezembro de 1968).

Nessa época, atuava na Cinemateca e nos Centros Populares de Cultura da União Nacional dos Estudantes. A medida também interrompeu suas atividades docentes na Universidade de Brasília. Supõe-se que o responsável imediato pela arbitrariedade cometida contra Bernardet tenha sido o então diretor da ECC, Antonio Guimarães Ferri, que teria pedido ao reitor licenciado Gama e Silva, ministro da Justiça, que incluísse na lista, ainda, os nomes do professor Paulo Emílio Sales Gomes e do coordenador do curso, Rudá de Andrade. “O Paulo pertencia a uma certa aristocracia e por isso era meio difícil cassá-lo. O Rudá era filho do Oswald de Andrade, um escritor indiscutível, e também era difícil cassá-lo. Mas eu não. Eu poderia ser cassado à vontade. E fui!”, relata Bernardet.

Jean-Claude Bernardet
Jean-Claude Bernardet – Arquivo Cinemateca

Ele retornaria à ECA em 1980, beneficiado pela anistia, sem lamentar a longa ausência, tanto pelas ricas atividades que desenvolveu fora da universidade como pela relação conflituosa que mantinha com o corpo docente da escola na década de 1960. Foram “11 anos maravilhosos”, nos quais atuou como crítico de cinema no semanário alternativo Opinião, viajou pelo país a serviço do Instituto Goethe, organizando seminários e conhecendo cineclubes de vários Estados e escreveu Cinema Brasileiro: Propostas para uma História.

Fonte:

REVISTA ADUSP – ENTREVISTA: JEAN-CLAUDE BERNARDET – Crítico, roteirista, ator, enfant terrible do cinema nacional. (pdf)

Ficha de Bernardet na Comissão da Verdade USP

Fotos:

Cinemateca Brasileira

Compartilhe
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + três =